marcia-barbieri.jpg

Marcia Barbieri

É bacharel em Letras pela Unesp e é mestra em Filosofia pela Unifesp. Publicou os livros de contos Anéis de Saturno (ed. independente, 2009), As mãos mirradas de Deus (Multifoco, 2011) e O exílio do eu ou a revolução das coisas mortas (Appaloosa, 2018). E os romances Mosaico de rancores (Terracota, 2013) lançado no Brasil e na Alemanha (Clandestino Publikationen, 2016), A Puta (Terracota, 2014), O enterro do lobo branco (Patuá, 2017), finalista do Prêmio São Paulo de Literatura 2018, e A casa das aranhas (Reformatório, 2019).

Pela GÊNIO EDITORIAL, participou da coletânea Das coisas que perdemos quando você desistiu.

aspas.png

Percorro com os olhos cada milímetro, depois que você partiu as coisas pararam de se mover, elas perderam esse dom, todas agora se encontram tragicamente no mesmo lugar. Apenas a extensão da casa não para de se alongar, desde o dia que atravessou a porta percebi que ganhei quarenta metros quadrados, notei com certo pavor que engolimos o vizinho da esquerda.