neno-moura.jpg

Neno Moura

Neno Moura é de Florianópolis. Tem textos publicados em Jornal RelevoRevista LibertinagemRevista GuetoRuído Manifesto e no jornal Ô Catarina.

 

Pela GÊNIO EDITORIAL, participou da coletânea Quando falávamos do desejo e outros sentimentos menores.

aspas.png

Cada um busca o seu tesão como quer. No final das contas a gente quer gozar e pronto. Não importa o outro. Comigo é assim, é simples. Eu ponho a mão na boceta de uma velha dessas e é como a de uma menina. Por dentro é igual. Dou uma chacoalhada no pau e ele tá pronto pra foder. Com veado é a mesma coisa. Boca de veado é igual a boca de mulher. Depois é só meter no cu. E ainda tem a grana, é a melhor parte. Mas veado velho não dá.